As melhores cordas para spin de 2016

As melhores cordas para Spin de 2016

No início de 2017 o site stringforum.net fez a sua tradicional pesquisa das melhores cordas do ano, dentre os itens temos as melhores cordas para spin (poliésters). São elas:

Melhores Poliésters para spin de 2016
Posição Corda Pontos
1 Solinco Tour Bite  223
2 WeissCANNON Ultra Cable  193
3 Yonex Poly Tour Spin 1.25  138
4 Tie One T1 Firewire 1.20  121
5 Volkl Cyclone 1.20 115

Fonte: stringforum.net, acesso em 27/07/2017.

Tenho a sorte de ter jogado com todas as cinco primeiras cordas da lista, e concordo que são boas para imprimir giro na bola, mas não nesta ordem, portanto, resolvi criar esse artigo e colocar as minhas observações.

 

1 – Solinco Tour Bite

Excelente corda, nível profissional, muito utilizada no circuíto da ATP e WTA, principalmente entre os jogadores mais jovens. Para mim é a melhor corda na relação spin e controle que já utilizei. É a corda que gosto de utilizar em torneios, pena que a tensão cai muito rapidamente, ela é fantástica para um ou dois jogos apenas, depois o desempenho cai pronunciadamente.

Pontos fortes: Controle, spin.

Pontos fracos: Manutenção de tensão.

 

2 – WeissCANNON Ultra Cable 

Corda de spin absurdo, o melhor que já testei, essa corda realmente morde a bola. A potência também é um ponto alto desta corda. Entretanto, também perde tensão rapidamente, mas como ela dá um spin absurdo, a bola costuma cair quase sempre dentro da quadra, com o tempo fica difícil controlar a profundidade dos golpes.

Pontos fortes: Spin, potência.

Pontos fracos: Controle e manutenção de tensão.

 

3 – Yonex Poly Tour Spin

Outra corda muito excelente, ela é acima da média nos itens spin, durabilidade, estabilidade de tensão e controle. Ao meu ver peca apenas na falta de potência, é muito difícil gerar potência com YPTS, gosto de usar ela em raquetes de potência por que mantêm o conjunto mais equilibrado.

Pontos fortes: Spin, durabilidade, estabilidade de tensão.

Pontos fracos: Potência (muito baixa).

 

4 – Tier One T1 Firewire

Corda com muito spin, ela é triangular, e tem uma durabilidade legal, demora muito para perder as quinas. Tem potência e controle adequados, por ser triangular, dependendo do ângulo que a bola bate na raquete a resposta pode ser errônea, portanto, não gosto muito do feedback do encordoamento.

Pontos fortes: Spin, durabilidade.

Pontos fracos: Resposta da raquete não é uniforme, feel.

 

5 – Volkl Cyclone

Essa é uma das minhas cordas favoritas, ela não tem um spin tão absurdo como as anteriores, não tem uma durabilidade ou controle tão bom, mas ela é basicamente acima da média em quase tudo. Perdendo um pouco na manutenção de tensão e durabilidade.

Pontos fortes: Equilíbrio, é acima da média em, spin, potência e controle.

Pontos fracos: Manutenção de tensão e durabilidade (não tão ruim como a Tour Bite ou a Ultra Cable).

 

Essas são as minhas observações das cordas, deste modo, nos quesitos, spin, controle, potência, manutenção de tensão, durabilidade, conforto e feel eu classifico as cordas assim:

SPIN: Ultra Cable > T1 Firewire >> Tour Bite > Poly Tour Spin > Cyclone

Controle: Tour Bite > Poly Tour Spin > Cyclone > T1 Firewire > Ultra Cable

Potência: Ultra Cable > T1 Firewire > Cyclone > Tour Bite >>> Poly Tour Spin

Manutenção de tensão: Poly Tour Spin > One T1 Firewire > Cyclone >> Tour Bite = Ultra Cable

Durabilidade: Poly Tour Spin >> T1 Firewire > Tour Bite > Ultra Cable > Cyclone

Conforto: Ultra Cable > Cyclone > Tour Bite > T1 Firewire > Poly Tour Spin

Feel Tour Bite > Cyclone > Ultra Cable > Poly Tour Spin > T1 Firewire

A partir desse ponto, o jogador tem que definir as suas prioridades e escolher o que deseja num encordoamento, pois normalmente quando se ganha em alguma característica perde-se em outra.

 

OBS 1: Todas as cinco cordas mencionadas não tem um conforto e feel como seu ponto forte, são cordas mais firmes e duras.

OBS 2: Quando falo controle bom, menciono controle adequado se você utilizar um movimento que privilegie o efeito de topspin, se você tem uma batida mais chapada penso que deve partir para cordas lisas, que dêem maior controle e feedback. Espero que esse artigo ajude quem está procurando uma corda para proporcionar mais spin em seus golpes. Abraços!

8 Comments

Deixe uma resposta

Translate »