Review: Yonex Ezone DR 98

Bom, tenho a satisfação de trazer o review de uma das raquetes mais esperadas do ano de 2015, a Yonex Ezone DR 98. Adianto, com certeza, que esse lançamento da marca japonesa vai ser um sucesso no ano de 2016. Sem mais enrolações, iniciarei o review pelos pontos fortes e fracos da raquete.

Configuração utilizada no teste:

Corda: Pro’s Pro Blackout 50 Lbs
Grip: Leather Kimony Techni
Overgrip: Yonex Supergrap
Peso final: 333g

Trocas de bola:

A raquete é extremamente confortável, super estável e tem um grande sweetspot. Mas o ponto que mais chama a atenção é o feel, que é simplesmente espetacular, cada batida com a Yonex DR 98 é excelente. Você realmente se sente conectado a bola, os forehands são precisos e pesados. No backhand, a princípio, tive alguma dificuldade, principalmente ao atrasar algumas bolas, mas após me adaptar um pouco, comecei a soltar o braço e as bolas realmente começaram a entrar, portanto, solte o braço e seja feliz. Um detalhe que reparei na DR 98 é que, mesmo com o padrão de cordas 16×19, na região do sweetspot as cordas ficam muito próximas, com um padrão mais fechado (quase um 18×20). Assim sendo, essa raquete privilegia um jogo mais agressivo, com bolas mais retas, não sendo tão spin friendly como eu imaginava. Não que a bola não vá com spin, ela vai, mas a bola não sobe muito em relação a rede. Aqui temos uma clara indicação que essa raquete privilegia a precisão em detrimento da potência, mas afirmo, a relação entre potência e controle na Yonex DR 98 é excelente.

EZONEDR98_3Saque:

Um dos pontos onde essa versão evoluiu foi o saque, o primeiro saque é muito pesado. Devido ao excelente sweetspot é muito fácil sacar com a DR 98. Outra coisa que deve-se destacar, é que esse golpe com slice também é muito bom, logo, em relação ao saque, estamos bem servidos, tanto no primeiro quanto no segundo saque.

Retorno do saque:

Se você juntar, sweetspot amplo, estabilidade e controle, o que você vai ter? Uma excelente devolução de saque, e é isso que encontramos nessa raquete. As devoluções são agressivas, tanto nos drives quanto nos bloqueios de slice, aliás, como vou falar mais tarde, que slice!

Voleio:

Na rede essa raquete é fantástica, muito firme, tanto nos voleios agressivos quanto nos bloqueios essa raquete não cede, sendo que na rede ela é espetacular. E o feel quando a bola bate na raquete, incrível!

Slice:

O padrão de cordas mais fechado e a estabilidade da Yonex DR 98 fazem desse golpe outra excelente alternativa, o slice é fácil e preciso, costumo usar pouco o slice, mas ele pareceu tão bom nessa raquete, tão fácil, que vou ter que adicionar essa arma ao meu arsenal.

Conforto:

Bom, aqui temos a “cereja do bolo” dessa raquete, posso dizer com certeza, a DR 98 é a raquete mais confortável que já joguei, muitas vezes a bola bate tão macia que eu estranho, mas essa raquete nesse quesito é show, conforto acima de tudo. Nas batidas essa raquete tem uma sensação de maciez, parece que você está empurrando a bola com as mãos e jogando para o outro lado da quadra, não existe aquele impacto seco da batida, o sentimento é realmente o de conduzir a bola.

Finalizando:

Essa raquete vai arrasar em 2016, e é com certeza um grande lançamento da marca japonesa, para mim ela é premium no quesito feel e conforto. Recomendo essa raquete para jogadores avançados ou intermediários fortes. Pois se trata de uma excelente raquete, mas tem que ter braço e técnica para extrair tudo que a DR 98 tem a oferecer. Jogadores agressivos do estilo saque e voleio e baseliners agressivos vão adorar essa raquete, para os jogadores que jogam baseado no spin penso que existem outras opções. Ainda, para jogadores com histórico de lesões, recomendo firmemente essa raquete, pois aqui temos conforto de sobra. Outro detalhe relevante: a raquete é linda, a Yonex realmente caprichou no paintjob e no material da Ezone DR 98.

Para facilitar a visualização, segue uma tabela com as notas:

Notas Yonex DR 98

Especificações da Yonex Ezone DR 98:

Tamanho da cabeça: 98″
Comprimento: 68,58 cm
Peso (encordada): 326 g
Equilíbrio: 6 HL
Swingweight: 324
Rigidez: 62
Espessura do aro: 23 / 24 / 19,5 mm
Nível de potência: Fraco-Médio
Estilo de swing: Longo
Velocidade do swing: Rápido
Padrão de cordas: 16 x 19

 

Observação 1: Um detalhe que observei é que o cushion grip dessa raquete é mais espesso, deixando a pegada mais confortável, entretanto, alguns jogadores podem vir a estranhar a espessura maior. Isso é simplesmente resolvido trocando o cushion por outro com menor espessura.

YonexDR98Observação 2: Como sei que essa pergunta vai surgir, em relação à Ai 98, achei essa raquete com maior controle, melhor feelsweetspot levemente maior, então o que já era bom ficou ainda melhor (e maior). Senti que a raquete perdeu um pouco de potência e spin. Os pontos em que senti maiores evoluções foram os voleios e slices, esses dois golpes realmente melhoraram, sei que os dois golpes estão ligados, mas me senti muito confortável na rede com a DR 98.

Dica: a Yonex Ezone DR 98 responde muito bem em baixas tensões, eu realizei boa parte dos testes com tensão 50 lbs e ela foi excelente. Depois baixei a tensão e a raquete respondeu melhor ainda. Portanto, tentem baixar um pouco a tensão, vocês vão perceber que a raquete responde muito bem.

Muito obrigado por acompanhar o blog TL e até o próximo review!

131 Comments

Deixe uma resposta

Translate »